Início » Blog » O Guia Completo de cuidados com os bebês durante o inverno

O Guia Completo de cuidados com os bebês durante o inverno

O inverno se aproxima e nunca é cedo demais para começar a se preparar para ele. Isso também inclui a saúde dos pequenos, especialmente os bebês, já que são os que mais sofrem durante esta estação, por não possuírem imunidade suficiente.

As doenças mais comuns no inverno são:

  • Gripe;
  • Alergias na pele por conta de cobertores, água muito quente, aquecedor de ambiente;
  • Problemas respiratórios, como bronquite, asma, rinite;;
  • Febre;
  • Dor de ouvido.

Por isso, vale a pena anotar as dicas do nosso guia para cuidados com os bebês para manter a saúde dos pequenos em dia!

Posso manter o aquecedor ligado o tempo todo?

Não é recomendado. Isso pode causar doenças respiratórias do bebê, já que normalmente esses aparelhos deixam o ar mais seco, aumentando a dispersão da sujeira.

Se for necessário, utilize o aquecedor e também uma bacia com água no mesmo ambiente (ambos afastados do bebê), assim o ar se tornará menos seco. Outra opção, em vez da água, é o umidificador.

De todo modo, ligue o aquecedor somente quando necessário, e mantenha o bebê no mesmo ambiente por mais tempo que puder, já que o choque térmico em outras partes da casa pode causar gripes, febres e dores de ouvido.

E vale lembrar: mesmo no inverno, é preciso arejar a casa todos os dias!

Devo continuar dando banho normalmente?

A frequência do banho deve permanecer a mesma. Vale ressaltar que é extremamente crucial manter a higiene do bebê, não importa a estação!

O que muda são os horários e preparação pré-banho. Confira o nosso passo a passo:

  1. Escolha o melhor horário: no fim da manhã ou começo da tarde, quando a temperatura é menos fria.
  2. Aqueça o banheiro antes e deixe uma temperatura agradável. Desse modo, você evita o choque térmico do corpo do bebê com a água;
  3. Evite levar brinquedos na hora do banho: nessa época, o ideal é fazê-lo rapidamente, sem distrações para o bebê.
  4. Utilize sabonetes e shampoos específicos para o inverno: normalmente, eles tendem a ser mais densos para promover uma maior hidratação. Não se esqueça dos óleos vegetais após o banho: são ótimos para não deixar a pele ressecada;
  5. Troque o bebê no mesmo ambiente, se possível. Isso evita o choque de temperaturas.

Leia também: 17 dicas para cuidar conseguir cuidar dos filhos e ter tempo para si

A alimentação continua a mesma?

Para os bebês de até 6 meses, a amamentação é mais do que suficiente. Ela proporcionará todos os nutrientes que eles precisam. Além disso, dará também anticorpos para fortalecer a imunidade.

Após esse período, pode-se começar a incluir a água para manter a hidratação, e isso é necessário mesmo no inverno.

Consulte o pediatra para avaliar as opções possíveis.

É possível receber visitas?

O ideal é confirmar com o familiar/amigo se a saúde do mesmo está em dia. Qualquer gripe ou virose é extremamente perigosa para os bebês (especialmente aqueles menores de 1 ano), por conta da imunidade, que ainda não é 100%.

Outra dica importante é se certificar que o visitante lave as mãos antes de encostar no bebê – parece simples, mas muitas vezes pode passar despercebido!

Leia também: Dicas de alimentação para as crianças durante as férias

Como vestir o bebê para o frio?

Infelizmente pouco utilizadas no Brasil, as blusas térmicas são ótimas opções para manter os pequenos aquecidos sem precisar de várias camadas. Isso porque elas funcionam como uma “segunda pele”, não deixando o calor do corpo ir embora.

Outra opção é o body, mas para esta estação, opte por mangas compridas. Jaquetas do tipo corta vento também são ótimas para deixar o bebê aquecido.

Não se esqueça das extremidades: se o frio for severo, aposte em luvas, gorros e cachecóis se o bebê sair de casa para algum passeio.

E se o bebê estiver com calor?

Para verificar a temperatura (que deve estar entre 36,5 e 37,5 graus), sempre tenha a mão um termômetro. Caso não seja possível, há algumas dicas para descobrir se ele está com calor:

  • Se o bebê apresentar suor ou bochechas rosadas;
  • Se ele se mostrar irritado.

Agora, se o bebê estiver com frio, você pode descobrir se ele apresentar tremores e/ou também chorar.

E na hora de dormir?

Parece óbvio, mas muitos pais pensam que devem colocar vários cobertores nos berços durante o inverno. Além de desnecessário, é muito perigoso para os bebês, pois os mesmos podem se mexer durante o sono e acabar cobrindo o rosto.

Para a tranquilidade dos pais e também do sono do bebê, o ideal é vesti-lo com um pijama quente, do tipo macacão. Sacos de dormir para bebês também são recomendados, além de facilitar a troca de fraldas durante a noite.

Leia também: Rinite alérgica – causas e tratamentos

Devo limpar o nariz do bebê?

Sim! É através das narinas que fungos, pólen, poeira e outras bactérias entram em contato com o sistema respiratório e podem causar alergias, gripes, etc. Por isso, é recomendado limpar o nariz dos bebês semanalmente. Se o ar estiver muito seco, de três em três dias. Com soro fisiológico é possível fazer a limpeza.

Ah, não se esqueça de conversar com o pediatra antes de qualquer ação! Ele também indicará as melhores soluções e acompanhará a saúde do bebê neste inverno!

O que você achou de nossas dicas?

Clarice Abreu

Sobre a Drª. Clarice Abreu

Sou médica especialista em Cirurgia Plástica e Cirurgia Craniomaxilofacial, com formação nacional e internacional em Cirurgia Plástica Estética e Reparadora e em Cirurgia Plástica e Craniofacial Pediátrica. Estou comprometida com um atendimento diferenciado e humanizado, respeitando a individualidade de cada paciente e valorizando seus aspectos psicológicos, suas motivações e expectativas pessoais.