Início » Blog » Malformações Cranianas: 3 filmes que vão te emocionar

Malformações Cranianas: 3 filmes que vão te emocionar

Antes de começar este texto, farei uma simples pergunta para que você possa responder rapidamente: quantas vezes você já viu na televisão ou no cinema pessoas com algum tipo de malformações cranianas?

Não precisa se sentir culpado! Eu sei que, provavelmente, a sua resposta foi nenhuma ou, no máximo, uma vez ou outra.

E isso não é sua culpa, mas sim da mídia que pouco busca mostrar quem são essas pessoas, que elas existem e que podem viver uma vida tão normal quanto aqueles que não nasceram com algum tipo de deformidade.

Além disso, isso deveria ser um motivo para protesto. Você não acha? Afinal, quando essas pessoas não são retratadas em filmes, novelas e séries, é como se a sua existência fosse apagada e esquecida.

 

 

Quantas vezes você viu algum filme que mostrava a história de pessoas com doenças mais “comuns” na sociedade, tais como câncer e HIV?

Isso é uma forma de informar a população sobre a possibilidade do risco de contaminação/desenvolvimento da doença e da necessidade da prevenção, além de mostrar que isso não é anormal, mas sim que algo que uma boa parte da sociedade está sujeita a passar.

Essa também é uma forma de dar voz e rosto para aqueles que sofrem desse mal e mostrar que, assim como eles, existem outras pessoas que passam pela mesma situação e que está “tudo bem”.

Isso chama representação. Algo que, infelizmente, falta para aqueles que nasceram com algum tipo de malformação craniana. Aliás, você sabe o que é uma malformação craniana?

 

O que são malformações cranianas?

O nome pode até parecer assustador, mas não é algo de outro mundo!

As malformações cranianas congênitas são aquelas que acometem o feto durante a gestação e afetam, de alguma forma, a estrutura do crânio do futuro bebê.

As causas podem ter origem em histórico familiar, doenças contraídas pela gestante durante a gravidez ou, muitas vezes, até mesmo ao acaso.

Esse tipo de malformação pode ser descoberto durante o pré-natal, o que reforça a importância do acompanhamento da gestação por um profissional, ou mesmo durante o parto.

Apesar de afetar a região do crânio, não é sempre que esse tipo de deformidade irá comprometer o desenvolvimento intelectual da criança. Além disso, quando acompanhado desde o começo, essas alterações podem ser totalmente tratáveis.

 

3 filmes sobre malformações cranianas que vão te emocionar

 

1 – Extraordinário

 

O protagonista Auggie do filme Extraordinário, um dos filmes sobre malformações cranianas

 

Lançado em 2017, o filme conta a história de Auggie Pullman, que nasceu com a Síndrome de Treacher Collins, uma anomalia rara que causa diversas malformações no crânio.

Para tratar essa deformação, Auggie teve que passar por 27 cirurgias, mas ainda assim sua aparência ainda não é o que muitos consideram como “normal”.

A trama mostra a jornada do pequeno ao ter que lidar com o primeiro dia da escola e o convívio escolar, assim como a sua forma de ver o mundo e de lidar com as pessoas, o que faz com que ele desenvolva verdadeiros laços com aqueles que estão ao seu redor.

 

2 – O Homem Elefante

 

 

Um pouco mais antigo, o filme de 1980 é considerado um clássico do cinema e mostra a história real de Joseph Merrick, em que um caso de neurofibromatose múltipla grave resultou na deformação de 90% do seu corpo.

A história se passa no final do século XIX, onde o cirurgião Frederick Treves encontra Merrick sendo apresentado em um circo como o “homem elefante”.

Merrick é resgatado pelo médico, com o filme mostrando o relacionamento entre os dois e o “renascer” de Joseph com uma pessoa sensível e dona de suas próprias vontades e sonhos.

 

3 – Marcas do Destino

 

 

Esse filme rendeu uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de ‘Melhor Atriz’ para Cher, que interpretou a mãe de Roy L. ‘Rocky’ Dennis.

O protagonista nasceu com um tipo de displasia que fez com que seus ossos faciais crescessem demais, aparentando como se ele vestisse uma máscara.

Rocky busca diariamente vencer o preconceito por sua aparência e mostrar que ele é uma pessoa assim como outra qualquer. O filme também retrata a forte relação que o personagem desenvolve com a sua mãe, assim como a descoberta do primeiro amor.

 

Quais são os tipos de malformações cranianas mais comuns?

Apesar dos poucos dados estatísticos sobre qual é a incidência de cada tipo de malformação craniana, há algumas que se destacam e são mais “possíveis” de ocorrerem. Veja algumas delas:

 

1 – Fissura lábio-palatina ou lábio leporino e fenda palatina

Nesse caso, o bebê nasce com uma fissura no lábio, no céu da boca (também conhecido como palato) ou em ambos.

Algumas das consequências dessa deformidade são: dificuldade na amamentação, no desenvolvimento da fala e também na estética da face, visto que podem haver cicatrizes decorrentes do tratamento.

O tratamento é realizado por meio de cirurgias, onde especialistas tentarão reconstruir a região que não se desenvolveu corretamente. Para maior eficiência, é indicado que o tratamento seja realizado nos primeiros meses de vida do bebê.

Recentemente, a modelo Isabel Hickmann, irmã da apresentadora Ana Hickmann, contou que seu filho nasceu com lábio leporino.

 

 

 

2 – Cranioestenose

Na craniostenose ocorre o fechamento prematuro das regiões em que os ossos do crânio se unem.

Isso gera uma deformidade do formato do crânio e da face, que pode prejudicar o desenvolvimento do cérebro ou apenas aumentar a assimetria facial, deixando-a mais visível.

O diagnóstico e o tratamento da malformação são realizados após o nascimento do bebê, que deverá passar por cirurgia para tentar corrigir a situação.

A Rafaela Justus, fillha de Ticiane Pinheiro e Roberto Justus, nasceu com cranioestenose.

 

 

3 – Plagiocefalia Posicional

Também conhecida como “cabeça torta”, essa malformação ocorre devido ao posicionamento do bebê dentro do útero da mãe ou, após o nascimento, quando a cabeça do bebê fica muito apoiada apenas de um lado.

De diagnóstico e tratamento fácil, a plagiocefalia posicional deve ser tratada até um ano e meio de vida do bebê pelo uso de um “capacete” feito sob medida, que remodelará o formato do crânio.

Na série norte-americana “Jane the Virgin”, Mateo, filho da personagem principal, desenvolve essa deformidade por ficar muito tempo deitado na mesma posição.

 

 

Saiba mais: Como saber se uma criança tem malformação craniana?

 

Conhece algum outro filme que também retrata a vida de pessoas algum tipo de má formação? Deixe nos comentários!

Clarice Abreu

Sobre a Drª. Clarice Abreu

Sou médica especialista em Cirurgia Plástica e Cirurgia Craniomaxilofacial, com formação nacional e internacional em Cirurgia Plástica Estética e Reparadora e em Cirurgia Plástica e Craniofacial Pediátrica. Estou comprometida com um atendimento diferenciado e humanizado, respeitando a individualidade de cada paciente e valorizando seus aspectos psicológicos, suas motivações e expectativas pessoais.