Início » Blog » Dicas para curtir tranquilamente o carnaval com as crianças

Dicas para curtir tranquilamente o carnaval com as crianças

O feriado mais animado e agitado do ano está chegando! Não somente destinado para jovens e adultos, o carnaval também pode ser divertido para bêbes e crianças. Bloquinhos de carnaval destinado aos pequenos, brincadeiras na praia, enfim, essa temporada sempre promete!

 

Entretanto, os cuidados precisam ser redobrados nessa época do ano e os pais necessitam se planejar com mais atenção, especialmente se têm mais de um filho.

 

            Veja também: As 5 doenças mais comuns no verão

 

No post de hoje daremos 5 dicas para curtir tranquilamente o carnaval com os pequenos, confira!

 

1 – Atenção dobrada durante as aglomerações

Principalmente nas férias, é comum crianças se perderem dos pais. Quando isso acontece, é de extrema importância que a criança tenha algum tipo de identificação: pulseiras com telefone e nome dos pais para contato são imprescindíveis.

Outra dica interessante é instruir a criança, ensiná-la quais ações tomar e a quem pedir ajuda caso se perca dos pais ou responsáveis.

Blocos de carnaval com outras crianças são os mais indicados para levar os pequenos. Evite ir em blocos muito agitados, com jovens, bebidas e música muito alta. Opte por ambientes familiares, de preferência organizados por pessoas que você conhece (como amigos, vizinhos, professores). 

 

2 – Cuidado com confetes, buzinas e serpentinas

 

 

Principalmente em relação a crianças pequenas, é melhor mantê-las afastadas de confetes. Os bebês, sempre tão curiosos, costumam colocar coisas pequenas na boca e é aí que mora o perigo: os confetes podem fazê-los se engasgar. Ainda, se forem de alumínio, podem até mesmo cortar a pele. Se a criança já tiver um pouco mais de idade, opte pelo confete de papel.

Deve-se ter atenção à serpentina também: instrua as crianças para que elas não a enrolem no pescoço e nem nos dos colegas.

Também, à primeira vista inofensiva, a buzina pode trazer danos irreparáveis à audição dos pequenos, causando até mesmo surdez: jamais permita que uma criança aperta a buzina próxima da orelha – deve-se ter cuidado para que a mesma não faça no ouvido dos amiguinhos. No geral, é melhor vetar o uso de buzinas.

O último item a se ter cuidado são os sprays de espuma. Por serem inflamáveis, é necessário orientar a criança e se possível sempre estar ao lado durante a brincadeira.

 

3 – Hidratação, sempre!

Tenha em mente que, por ser em uma época muito quente e com muitas pessoas, há um alto índice de desidratação durante o carnaval, e os pequenos também sofrem perda de líquidos e sais do corpo.

Durante os famosos bloquinhos de carnaval, não se esqueça de fazê-los ingerir bastante água e sucos naturais. Chás gelados – principalmente de hibisco – ajudam a abaixar a temperatura corporal e a evitar a desidratação. E os papais, é claro, também devem se manter hidratados! Blocos de carnaval com sombras e espaços para descansar são os mais indicados para a família curtir.

 

            Leia também: Dicas de alimentação para as crianças nas férias

 

A fantasia também deve ser levada em conta: opte por aquelas de tecidos leves e confortáveis, que permitam que o corpo respire. E praticidade sempre! Fantasias muito complicadas podem impedir a criança de fazer xixi normalmente, o que pode ocasionar alguns acidentes. Quanto mais simples, melhor! Vale a pena manter sempre à mão lenços umedecidos e álcool em gel, já que nos blocos é comum o uso de banheiros químicos.

Outra dica muito importante é não esquecer de aplicar protetor solar nas crianças. Use, no mínimo, FPS 30. Por conta do suor, recomenda-se aplicar de 1h em 1h.

 

4 – Evite usar glitter nas maquiagens das crianças

O glitter, além de poder causar irritação na pele dos pequenos, também é altamente insustentável e danoso para o meio ambiente. Por ser feito de plástico, alumínio e polietileno tereftalato, o glitter leva centenas de anos para se decompor e causa danos irremediáveis à vida marinha – já que acabam caindo no mar através dos ralos dos banheiros.

Uma opção sustentável é o ecoglitter: não faz mal ao meio ambiente e têm base de goma vegetal.  

 

 

Vale a pena prestar atenção nas makes dos pequenos também: não é indicado usar qualquer tipo de tinta nos menores de 2 anos. Após essa idade, garanta que a tinta seja hipoalergênica e tenha cuidado com a região dos olhos.

 

5 – Cuidado com comidas de rua

Sabemos que frituras e lanches são os preferidos das crianças, mas é necessário ter um equilíbrio: leve também lanchinhos saudáveis, como frutas, sanduíches naturais (de preferência feitos em casa), sucos, etc. É importante avaliar a procedência do lugar: evite comprar salgados de vendedores ambulantes, já que o excesso de calor e multidão são o ambiente propício para fungos e bactérias.

 

Veja também: Como evitar que seus filhos sejam crianças mimadas?

 

Também mantenha os horários das refeições: nada de deixar a criança sem comer por muitas horas – por causa do calor, elas podem sentir tontura e fraqueza.

Gostou dessas dicas? Agora só resta vestir a fantasia e se divertir muito com os pequenos!

 

Clarice Abreu

Sobre a Drª. Clarice Abreu

Sou médica especialista em Cirurgia Plástica e Cirurgia Craniomaxilofacial, com formação nacional e internacional em Cirurgia Plástica Estética e Reparadora e em Cirurgia Plástica e Craniofacial Pediátrica. Estou comprometida com um atendimento diferenciado e humanizado, respeitando a individualidade de cada paciente e valorizando seus aspectos psicológicos, suas motivações e expectativas pessoais.